Exportação de algodão deve atingir 70% da produção do País em 2017/18

A exportação de pluma de algodão brasileira deve responder por 70% da produção local em 2017/2018 ante fatia de 63,9% registrada no ciclo anterior. A projeção foi apresentada ontem pela Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa).

O Brasil é o quinto maior produtor e o quarto maior exportador de algodão do mundo. Segundo o presidente da associação, Arlindo Moura, a demanda pelo produto está aquecida no mercado externo. “A China voltou a comprar, mas ainda não nos níveis vistos anteriormente”, diz. “Embora o país ainda tenha um estoque alto, o produto está sendo escoado e precisa de volumes adicionais para fazer um blend”, pontua Moura. O mercado asiático é o maior comprador do algodão brasileiro.

A demanda aquecida também é a base para a projeção de Moura de que a área cultivada crescerá 15% ao ano, em média, até dobrar para 2 milhões de hectares nos próximos cinco anos. “Temos sido cobrados pelos clientes para sermos mais importantes. Eles querem a garantia de que vão ter o algodão que precisam. E esse aumento visa atender melhor esses clientes.” Moura acredita que a produção deverá acompanhar esse crescimento de área e aumentar em torno de 15% ao ano até 2022, conforme noticiado pelo jornal DCI.

Fonte:Diário do Comércio e Indústria – DCI

Serviços